Como integrar o Tempo em Família na rotina

Passamos a vida a queixar-nos de falta de tempo mas se calhar temos que parar para pensar se o estamos a gerir de forma eficaz. E que forma é essa? É a forma que nos faz sentir bem e de acordo com as nossa prioridades. Estará o tempo em família no topo das nossas prioridades?

É evidente que todos nós que somos pais temos a nossa vida, mas o problema da falta de tempo é só um: colocar os filhos como prioridade. Depois disso tudo se desenrola com uma naturalidade surpreendente.

Nós pais também temos direito ao nosso tempo livre, temos o dever de trabalhar, mas não podemos colocar os filhos sistematicamente em segundo plano na ordem de prioridades. E isso significa deixar de viver ou viver apenas em função dos filhos? Não! De todo!

É aqui que entra o conceito de tempo de qualidade: estar com os filhos, brincar, conversar, passear, desfrutar de momentos em conjunto que são essenciais para a felicidade. A deles e a nossa! É tudo isto que devemos ter em consideração no nosso tempo em família. [Uma leitura interessante aqui]

Hoje proponho-vos um exercício. Pensem para vocês, qual é a prioridade principal da vossa vida? Desafio-vos a pensar nesta pergunta, a reflectir sobre qual acham que é maior prioridade da vossa vida, aquilo que vos faria largar tudo sem pestanejar. 

Eu sei de forma muito clara que a minha prioridade é a minha família, são os meus filhos. Não que isso me faça esquecer tudo o resto, mas sem dúvida que são eles!

Eu sei que nem sempre é fácil integrar tempo em família nas nossas rotinas, em especial quando falamos te tempo em família de qualidade [jantar em família em silêncio em frente a um écran não conta!], mas com organização e algumas dicas tudo se consegue!

Deixo-vos cinco dicas que vão ajudar-vos a encontrar esse tempo sem que seja necessário anularem todas as outras áreas da nossa vida.

1 – Cozinhar em família

Porque não fazer o jantar em família? Peçam ajuda aos vossos filhos e mesmo conscientes de que o jantar poderá demorar um pouco mais preparem-no em conjunto. Com isto, para além de ganharem tempo em família, estão a ajudar os vossos filhos a criar hábitos de cozinha o que muito provavelmente lhes será muito útil no futuro.

2 – Noite em família

Escolham uma noite por semana e criem a noite familiar. Todos devem saber que noite é esta: mantenham tudo programado e tentem manter o combinado sempre que possível. Saiam para um lugar divertido juntos ou para jantar. Fiquem em casa para uma noite de cinema ou jogos. Conversem sobre a vossa semana e os vossos planos.

3 – Arte em família

Ir a um museu ou a uma exposição, ou simplesmente encontrar uma tarefa artística para fazerem em casa juntos. Sujem-se de tinta, de cola e dêem asas à imaginação. Acreditem que vão criar momentos memoráveis com a vossa família.

4 – Exercício em família

Saiam com os vossos filhos e desfrutem do ar livre. Caminhadas, Bicicleta, Trotineta, Jogos de bola, Passeios à beira mar para apanhar conchinhas, vale tudo! Actividade física e sol é óptimo para todos, mas quando feita em família cria uma sinergia ainda melhor.

5 – Férias em família

Tirem férias em família sempre que possível ou pelo menos uma vez ao ano. As melhores lembranças que temos da infância são de quando fomos a algum sítio divertido em família. Se pararmos para pensar até nos recordamos de conversas que tivemos. Não será importante criar memórias assim para os nossos filhos?

Não é fácil conseguirmos espaço na agenda para tudo nos dias de hoje, mas com organização e as prioridades bem definidas estou certa de que conseguimos.

Espero que estas dicas façam a diferença e que vos permitam desfrutar de mais momentos em família.

Todas as fotografias deste post são da autoria da talentosa Ana Rita Quinta. Licenciada em Geologia Aplicada e do Ambiente na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, trabalhou como Mud-Logger em Plataformas de Petróleo durante 5 anos. Neste tempo viajou bastante e desenvolveu o gosto pela fotografia. Despediu-se para aprender mais e ingressar no Curso Profissional de Fotografia do IPF de Lisboa que concluiu em 2018 e após o qual se lançou no mercado. Podem seguir o trabalho dela aqui e aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *