Cumplicidades!

Se há coisa que derrete o coração de qualquer mãe, é a cumplicidade entre irmãos! Cá por casa, a cumplicidade entre eles sempre foi enorme! No primeiro dia em que dormiram em casa, encontrei-os assim:
Deixei cada um deitado no seu lado da cama, mas o facto é que passados uns minutos, estavam os dois encostadinhos um ao outro. Foi a primeira vez que o meu coração de mãe derreteu em modo automático.

Na fase dos pesadelos, a Carolina resolveu o assunto saltando a grade da cama dela para a cama do irmão e dormindo encostada a ele. Resultou e nós para facilitar a coisa, retirámos a grade central de cada uma das camas, encostámo-las uma à outra, e passaram a dormir mais próximos. Ainda dormem assim!
Não se perdem de vista, nunca saem de casa um sem o outro. Se um adoece, o outro não vai à creche, tomam banho juntos… e podia continuar a enumerar tudo o que fazem juntos, mas basicamente, o termo certo é: fazem tudo juntos! 
Ontem, a caminho de casa, vinham a conversar um com o outro. [A nova brincadeira é brincar às mães e aos pais]:
“D – Mamãããã!
Eu – Diz filho.
D – Não! Não és tu! É a outra mamã! – Mamãããã!!
C – Xim
D – Olá!
C – Olá filhinho
D – A ôta mamã?
C – Tá ali à fente a condujir!”
Riram-se um para o outro, e continuaram!
Mais tarde, já em casa, tirei-os do banho, sentei-os na cama para os vestir, e fui buscar os pijamas. Quando entrei no quarto estavam nisto:
 Haverá coisa melhor do que a cumplicidade entre dois irmãos? Para uma mãe, definitivamente não! [E o meu maior desejo, é que sejam assim, toda a vida!]

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *