Banalidades

Trabalhar para…

Hoje de manhã, saímos de casa, paramos no cruzamento do atelier para deixar o papá. Despedimo-nos, ele vai trabalhar, e nós seguimos a caminho da creche. Conversa no carro:
“C – O papá vai tabalhare pa ganha tostões pá papa!
D – Pá papa mana?
C – Xim mano! E pó leiti, e pá futa, e pá xopa…
D – Pá papa da yoga, pó xerélaqui…
C – Pá papa do papá mamã…
D – Tá tudo!
C – Ponto!”
Bateram palmas, riram-se e mudaram se assunto!
Portanto… trocado por miúdos, lá em casa não pode faltar cérelac, leite, fruta, sopa, comida para o papá e para a mamã, e comida para os gatos! E é para isso que temos que trabalhar!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.